quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Introdução à Sociologia - esquema didático


INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA - PROF. ROGÉRIO ANDRADE

A. O que é Sociologia?

• A Sociologia é uma ciência social que estuda a sociedade;

 Ciência – conhecimento racional da realidade por meio da experimentação;
 Ciência social – trata dos fatos e dos fenômenos sociais como realidades existenciais; tem uma matéria-objeto que é o fenômeno sociológico; tem uma estrutura formal, conceitual; utiliza métodos e técnicas de pesquisa apropriados e tem uma função e uma práxis para o aperfeiçoamento da sociedade.
 Sociedade – refere-se ao ambiente próprio do ser humano.

B. Objetivos da Sociologia

• Objetivos meta-científicos: abordar setores do conhecimento social, que muitas vezes pertencem a áreas do conhecimento social de outras disciplinas sociais.
• Objetivos científicos: estudar a sociedade humana com um grande complexo de relações humanas ou como um sistema de interação.

C. Por que estudar Sociologia?

• É de vital importância para compreender a problemática dos fenômenos coletivos que afetam as sociedades nacionais e locais;
• A tarefa do sociólogo é subsidiar políticas que possam contribuir para a construção da sociedade, embora a realização de tais tarefas não dependa dele;

D. O desenvolvimento histórico da Sociologia

• A preocupação com os problemas sociais não é atrelada ao surgimento da Sociologia;
• Os precursores helênicos: A filosofia de Platão e de Aristóteles – a abordagem dos problemas sociais está relacionada à concepção natural de homem e de sociedade; abordam a organização do governo ideal ou justo, isto é, como a sociedade deve estar organizada para a realização da justiça;
• Os precursores medievais: de influência da religiosidade cristã, o pensamento social estará vinculado à formação de uma comunidade de fiéis; Santo Agostinho e Santo Tomás de Aquino;
• Os precursores renascentistas: marcado pelo surgimento de uma mentalidade política pautada na vontade e na racionalidade humanas, o contrato social; Thomas Campanella, Nicolau Maquiavel, Thomas Morus, Thomas Hobbes, John Locke, Jean Bodin, Baruch Spinoza;
• Os precursores do século XVIII (Iluminismo): constituindo-se como uma ruptura com o teocentrismo cristão o pensamento social se volta para o mundo e para a sociedade mais do que nunca entendidos como resultado da capacidade racional de conhecer ou de fundamentar; Charles de Montesquieu, Jean-Jacques Rousseau, Adam Smith, Saint Simon, David Hume;
• Os precursores do século XIX: a Sociologia nasce na França do século XIX com o pensamento de Auguste Comte na tentativa de apresentar uma ciência social que se espelhasse no modelo de entendimento de mundo das ciências naturais, nascia assim o positivismo sociológico. Outros pensadores importantes: Herbert Spencer, Karl Marx, Émile Durkheim, Ferdinand Tönnies, Gabriel Tarde, Max weber, Pitirim Sorokim, Talcott Parsons..
• Os precursores da sociologia no Brasil: Silvio Romero, Tobias Barreto, Euclides da Cunha, Gilberto Freyre, Darcy Ribeiro, Sérgio Buarque de Holanda, Fernando Henrique Cardoso, Antonio Candido...

E. As grandes transformações no Ocidente e o surgimento da Sociologia

• Desagregação da sociedade feudal e o surgimento da sociedade capitalista;
• Expansão marítima e o comércio ultramarino;
• O metalismo e o escravismo;
• O surgimento dos Estados Nacionais Modernos;
• A ascensão da burguesia comercial e posteriormente industrial;
• O Renascimento Cultural e científico;
• A Reforma Protestante;

Fonte:
DIAS, Reinaldo. Fundamentos de Sociologia. 4ª ed. Campinas: Editora Alínea, 2009.
FERRARI, Alfonso Trujillo. Fundamentos de Sociologia. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1983.
LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Sociologia geral. 7ª ed. rev. Ampl. São Paulo: Atlas, 2009.
TOMAZI, Nelson Dacio. Sociologia para o ensino médio. 1ª ed. São Paulo: Atual, 2007.

Um comentário: