terça-feira, 31 de agosto de 2010

Cigarro vicia mais que maconha, diz estudo

RICARDO MIOTO
DE SÃO PAULO

Maconha é coisa de jovem: o usuário típico deixa a erva conforme vai envelhecendo, diz um estudo internacional que revisou os principais trabalhos já feitos sobre o tema.
Psiquiatra afirma que a legalização aumentaria o uso
De acordo com o "Cannabis Policy", publicação de 300 páginas lançada nos EUA, a droga ganha do álcool e do tabaco em segurança. Nove por cento dos que experimentam maconha tornam-se dependentes, contra 32% do tabaco e 15% do álcool.
Segundo os dados de Robin Room, da University of Melbourne, líder do trabalho, a droga causa relativamente poucos acidentes de trânsito. "Essa é a principal preocupação relacionada aos efeitos agudos da maconha", escreve Room, "porque ela reduz a atenção e a coordenação motora".
Dados mais recentes mostram que a maconha duplica a chance de acidentes. O álcool é pior: aumenta mais de dez vezes o risco. "Aparentemente, os motoristas que fumaram maconha dirigem mais devagar."

veja reportagem na integra no endereço:
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/790973-cigarro-vicia-mais-que-maconha-diz-estudo.shtml
 
Bom proveito, saudações jusfilosóficas,
Rogério Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário